quinta-feira, 14 de março de 2013

Suzano demite e remaneja funcionários do Piauí

14/03/2013 às 17h01
SUZANO PREPARA saída do Piauí e demite 130 funcionários
TODOS OS DEMITIDOS FORAM ORIENTADOS a não conversarem com a imprensa do PI

Os funcionários da Suzano Papel e Celulose da fábrica do município de Monsenhor Gil foram pegos de surpresa hoje, ao chegarem ao trabalho. Dos 150 empregados que trabalham com a plantação de muda de eucaliptos, 130 receberam o aviso de demissão. De acordo com matéria veiculada pelo programa Balanço Geral, da TV Antena 10, os funcionários foram orientados a evitar o contato com a imprensa.

Segundo os próprios funcionários, nem mesmo os diretores da fábrica aqui no estado sabiam da decisão da Suzano de fechar a fábrica instalada no Piauí. Foram mantidos apenas os funcionários protegidos pela legislação como as grávidas e os que integram a Cipa- Comissão Interna de Proteção a Acidentes.

A direção da Suzano anunciou a saída do Estado depois de afirma que a empresa está passando por problemas financeiros, que a teriam obrigado a deixar o estado. O governador Wilson Martins (PSB) afirmou que a empresa recebeu todos os incentivos necessários, o que não justificaria a decisão da empresa.

O prefeito de Teresina Firmino Filho classificou como uma grande decepção a saída da empresa do Estado. “Todo o Estado sairá perdendo até mesmo a capital Teresina. É importante que todos se unam para tentar reverter essa situação”, disse. A vinda da Suzano para o estado  foi comemorada pelo Governo como forma de gerar emprego e renda no Estado.


Confira a nota divulgada:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Suzano Papel e Celulose informa que, em decorrência de mudanças no cenário macroeconômico mundial e consequente redimensionamento de seu plano de crescimento, suspendeu suas atividades no Piaui.

A operação do viveiro de Monsenhor Gil foi suspensa hoje, dia 14 de março, quando teve início a desmobilização de parte da equipe sendo que permanecerá um grupo de pessoas dedicado à manutenção dos ativos florestais.

A Suzano reafirma seu compromisso e respeito às pessoas, garantindo todo o suporte necessário aos seus profissionais nesta fase de transição.




Fonte: 180graus